What is regulatory reporting and why is it important?

Prophix Imageprophix Feb 27, 2024, 12:00:00 AM

Entender o universo das finanças pode ser complicado, principalmente quando se trata de relatórios regulatórios. Mas o que é exatamente e por que você deveria se importar?

Este artigo explica o relatório regulatório, desmembrando-o em termos simples que qualquer pessoa pode entender.

Portanto, seja você um líder financeiro experiente ou apenas curioso sobre a indústria, junte-se a nós enquanto exploramos sua importância, benefícios, desafios e como melhorá-la. Cobriremos:

O que são relatórios regulatórios?

O relatório regulatório é como uma empresa demonstra que suas atividades financeiras e operacionais estão em conformidade com vários padrões e regulamentos como parte de seu processo de relatórios financeiros. E, no contexto do processo de relatórios regulatórios, as empresas devem enviar seus relatórios para análise do órgão regulador relevante.

No entanto, é importante observar que o órgão governante específico pode variar dependendo da jurisdição e da natureza das atividades da empresa. Por exemplo, nos Estados Unidos, as empresas podem enviar esses relatórios à Securities and Exchange Commission (SEC) ou ao Federal Reserve.

Quais são as metas dos relatórios regulatórios?

O objetivo do relatório regulatório é melhorar a transparência nas atividades financeiras e operacionais das empresas, independentemente de onde operem. Os relatórios regulatórios também ajudam a estabelecer confiança entre concorrentes no mesmo setor, pois eles podem ter certeza de que outras empresas estão aderindo aos mesmos padrões.

Investidores e stakeholders também se beneficiam de informações precisas e atualizadas sobre a saúde financeira de uma organização por meio de relatórios regulatórios, para que possam tomar decisões mais bem fundamentadas. Além disso, relatórios regulatórios podem ajudar os líderes financeiros a identificar e gerenciar riscos de forma eficaz, apoiando a sustentabilidade em longo prazo de uma organização.

O que acontece se você não seguir as diretrizes de relatórios regulatórios?

As empresas que não seguem as diretrizes de relatórios regulatórios estão sujeitas a penalidades financeiras, danos à reputação, limitações em suas atividades, barreiras adicionais para aprovação, ou até mesmo prisão. Por exemplo, a BMW foi multada em € 8,8 milhões pela Coreia do Sul em 2018 por não cumprir os regulamentos de recall.

Além disso, o não cumprimento pode levar a outros custos indiretos, incluindo tempo e recursos em consultas legais, investigações e ações corretivas. A não conformidade também pode resultar na perda da confiança do consumidor e de oportunidades de negócios.

Além das sanções financeiras e repercussões legais, o não cumprimento pode levar à desvalorização da marca, lucros reduzidos, dificuldades na obtenção de investimentos e aumento do custo de capital.

O que alguém que trabalha com relatórios regulatórios faz?

Os analistas de relatórios regulatórios são responsáveis por documentar os processos-chave, regulamentações e procedimentos que se relacionam com a preparação de relatórios financeiros e operacionais. Em geral, os analistas de relatórios regulatórios desempenham um papel fundamental na manutenção e melhoria da integridade do sistema financeiro global.

O seu trabalho inclui frequentemente a interpretação de novos requisitos regulamentares, a implementação de alterações nos processos de elaboração de relatórios e a validação de dados utilizados em relatórios regulatórios. Os analistas de relatórios regulatórios também podem trabalhar com auditores e agências reguladoras, participar de projetos relacionados à conformidade e fornecer treinamento ou orientação sobre questões de relatórios regulatórios dentro de sua organização.

Diretrizes de relatórios regulatórios

Conforme mencionado anteriormente, as diretrizes regulatórias de relatórios são determinadas pelas atividades e jurisdição de uma empresa. Vamos mergulhar nos regulamentos exclusivos de cada jurisdição:

Diretrizes dos EUA

Nos Estados Unidos, empresas privadas e públicas estão sujeitas a diretrizes regulatórias de relatórios. Aqui está uma breve visão geral:

  • Público empresas: empresas públicas listadas em bolsas de valores como a NYSE (Bolsa de Valores de Nova York) ou NASDAQ devem apresentar relatórios anuais auditados e relatórios trimestrais à Comissão de Valores Mobiliários (SEC, na sigla em inglês).
  • Contínuo divulgação: os requisitos de divulgação contínua da SEC exigem que as empresas públicas disponibilizem regularmente certas informações sobre suas atividades e status financeiro ao público.
  • GAAP dos EUA padrões contábeis: Todas as empresas de capital aberto devem seguir os US GAAP (Princípios Contábeis Geralmente Aceitos), que fornecem um conjunto comum de padrões, princípios e procedimentos contábeis.
  • Privado empresas: embora menos regulamentadas do que entidades públicas, as empresas privadas ainda têm obrigações de relatório. Eles podem precisar fornecer demonstrações financeiras para credores, investidores ou agências governamentais, dependendo de seu tamanho e natureza das operações.
  • Privacidade diretrizes: tanto empresas privadas quanto públicas devem cumprir diversas leis de privacidade federais e estaduais que incluem requisitos para o tratamento e relatório de informações pessoais.

Diretrizes do Canadá

No Canadá, empresas privadas e públicas também estão sujeitas a diretrizes regulatórias de relatórios. Aqui está um detalhamento:

  • Empresas públicas: as empresas públicas listadas em bolsas como a TSX (Toronto Stock Exchange) ou a Cboe Canada devem apresentar demonstrações financeiras comparativas anuais auditadas. As bolsas de valores, como a TSX-V e a CSE, exigem declarações anuais auditadas dentro de 120 dias de cada ano fiscal e declarações trimestrais dentro de 60 dias do final do trimestre.
  • Divulgação contínua: as empresas que são emissores de relatórios em Ontário devem regularmente disponibilizar ao público determinadas informações sobre suas atividades e situação financeira.
  • Normas contábeis IFRS: Todas as entidades publicamente responsáveis são obrigadas a seguir as IFRS (International Financial Reporting Standards), embora os reguladores de valores mobiliários do Canadá ofereçam uma opção para certas entidades.
  • Empresas privadas: em 22 de março de 2023, o Governo do Canadá apresentou uma legislação exigindo que as corporações comerciais privadas federais relatem informações sobre a propriedade beneficiária.
  • Orientações de privacidade: tanto empresas privadas quanto públicas devem cumprir a Lei de Proteção de Informações Pessoais e Documentos Eletrônicos (PIPEDA), que inclui requisitos para o tratamento e relatório de informações pessoais.

Diretrizes da UE

Na Europa, empresas privadas e públicas estão sujeitas a um conjunto robusto de diretrizes de relatórios regulatórios. Aqui está um esboço:

  • Público empresas: as empresas públicas listadas em bolsas como a Euronext ou a Bolsa de Valores de Londres devem apresentar demonstrações financeiras comparativas anuais auditadas de acordo com os requisitos do Banco Central Europeu (BCE), que visam manter a estabilidade financeira na zona do euro.
  • Contínuo Divulgação: assim como no Canadá, empresas que são emissores de relatórios na Europa devem regularmente disponibilizar ao público certas informações sobre suas atividades e situação financeira conforme a Diretiva de Mercados de Instrumentos Financeiros II (MiFID II).
  • IFRS padrões contábeis: todas as entidades publicamente responsáveis na Europa são obrigadas a seguir as IFRS (International Financial Reporting Standards), de acordo com as diretrizes do BCE e a diretiva Solvência II para seguradoras.
  • Privado empresas: empresas privadas estão sujeitas a vários requisitos de relatórios sob a Diretiva Alternative Investment Fund Managers Directive (AIFMD), que impõe requisitos de relatórios relacionados à gestão de riscos e liquidez, conflitos de interesse e transparência para os investidores.
  • Diretrizes de Privacidade : empresas privadas e públicas devem cumprir com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), que inclui exigências para o tratamento e a comunicação de informações pessoais, semelhante ao PIPEDA no Canadá.
  • Além disso regulamentações: outras regulamentações, como o Regulamento de Infraestrutura do Mercado Europeu (EMIR) e o Regulamento de Transações de Financiamento de Valores Mobiliários (SFTR), exigem a comunicação de detalhes de contratos derivativos e transações de financiamento de valores mobiliários, respectivamente, para aumentar a transparência e reduzir o risco sistêmico.

Benefícios dos relatórios regulatórios

Existem muitos benefícios dos relatórios regulatórios, muitos dos quais podem melhorar a saúde financeira e operacional da sua empresa.

Manter uma reputação de marca positiva.

Primeiro, e talvez o benefício mais óbvio dos relatórios regulatórios, é que é a lei. Por isso, ao cumprir efetivamente as regulamentações da sua área, você está mantendo a reputação positiva da sua marca, melhorando a visibilidade das suas operações para um melhor gerenciamento interno e permitindo que terceiros tomem decisões baseadas em dados sobre o envolvimento com o seu negócio.

Mantenha a confiança com consultores, stakeholders e o público

Quando consultores, stakeholders e o público têm acesso aos seus relatórios regulatórios, eles podem entender melhor o estado da saúde financeira da sua empresa. Relatórios regulatórios também podem ser benéficos para empresas que procuram investimento ou querem vender seus negócios, pois dão aos investidores visibilidade sobre os riscos potenciais e sua situação financeira e operacional.

Evite repercussões legais e custosas

Quando você cumpre os regulamentos, você pode evitar as repercussões legais caras que vêm com o não cumprimento das normas. Como mencionamos anteriormente, empresas que não cumprem as regulamentações correm o risco de sofrer penalidades financeiras, danos à reputação, restrições em suas atividades, barreiras adicionais para aprovação operacional, ou até mesmo prisão.


Benefícios dos relatórios regulatórios

Desafios nos relatórios regulatórios

Os relatórios regulatórios não estão isentos de desafios, principalmente no que se refere à compilação e ao gerenciamento de informações, à criação dos relatórios necessários e à manutenção da segurança dos dados.

Gerenciamento de dados

Dependendo de onde sua empresa está localizada, há muitos dados envolvidos no processo de geração de relatórios regulatórios. Para empresas sem uma fonte centralizada da verdade dos dados, pode ser difícil coletar, compilar e analisar os dados necessários para cumprir com as regulamentações.

Custo de conformidade

Conforme novas regulamentações são introduzidas, o custo de manutenção da conformidade aumenta. Requer um número crescente de recursos, particularmente aqueles bem versados em uma variedade de regulamentos e relatórios, aumentando as pressões de custos para as empresas. A rotatividade também aumenta o custo de conformidade, pois está se tornando progressivamente mais difícil recrutar pessoal de conformidade qualificado.

Preocupações com Segurança

Com tantos dados necessários para relatórios regulatórios, pode ser difícil manter um alto nível de segurança. As empresas devem investir em plataformas de gerenciamento de dados que possuam segurança cibernética integrada, ajudando a eliminar parte dos riscos associados a ameaças externas e violações de dados.

Os requisitos regulatórios são complexos

Conforme o ambiente regulatório se torna cada vez mais complexo, alinhar políticas, controles e riscos com as regulamentações em constante mudança representa um desafio significativo para as equipes de conformidade.

Essa complexidade pode resultar de mudanças frequentes nas leis, de vários requisitos jurisdicionais ou de novos padrões definidos por órgãos regulatórios. Como resultado, os relatórios regulatórios exigem vigilância constante, adaptabilidade e amplo conhecimento das equipes de conformidade para garantir que elas se mantenham atualizadas sobre essas mudanças e as implementem de forma eficaz em suas organizações. 


Desafios nos relatórios regulatórios e formas de melhorar o seu processo de relatórios regulatórios

Como melhorar seu processo de geração de relatórios regulatórios

Embora complicado, há várias etapas que você pode seguir para simplificar o processo de geração de relatórios regulatórios. Explicaremos como você pode transformar sua abordagem abaixo:

Automatize o que puder

Automatizar aspectos do processo de geração de relatórios regulatórios pode aumentar a eficiência e a precisão. É crucial automatizar o máximo possível de coleta, compilação e análise. Automatizar os processos de relatórios regulatórios também pode apoiar o processo de auditoria, proporcionando uma maneira clara e concisa de rastrear os relatórios previamente enviados.

Apresente uma melhor governança de dados com uma única fonte de verdade

Ao estabelecer uma única fonte da verdade, você pode introduzir uma melhor governança de dados à sua organização. Com uma plataforma de desempenho financeiro, é fácil conectar sistemas díspares, eliminando o risco de perda ou omissão de informações.

Aprimore seus processos com o gerenciamento de fluxo de trabalho

As plataformas de desempenho financeiro podem otimizar fluxos de trabalho ao notificar os colaboradores quando sua tarefa está pronta, solicitando que os interessados revisem os relatórios para aprovação e permitindo que todos os departamentos vejam como o negócio está se saindo. E quando se trata de relatórios regulatórios, uma gestão de fluxo de trabalho aprimorada pode reduzir significativamente o potencial de erro humano, garantir a conclusão oportuna das tarefas e promover um ambiente mais colaborativo, levando, em última análise, a um processo de relatórios mais eficiente e confiável.

Siga as melhores práticas de gestão de riscos

Empresas que cumprem efetivamente as regulamentações possuem um processo sólido de gestão de riscos em vigor, que permite a auditoria regular de relatórios financeiros, contribuindo para reduzir os riscos, melhorar a qualidade dos dados e identificar áreas de fragilidade. Além disso, seguir as melhores práticas de gestão de riscos também pode aprimorar a conformidade regulatória ao facilitar a identificação e mitigação de possíveis problemas de conformidade, minimizando assim a probabilidade de penalidades e danos à reputação.

O melhor software de relatórios regulatórios

O melhor software de relatórios regulatórios é aquele que ajuda sua empresa a manter a conformidade. No entanto, existem vários tipos diferentes de software de relatórios regulatórios no mercado, alguns que se concentram apenas em regulamentos e outros que oferecem uma plataforma mais abrangente para todos os aspectos de finanças e contabilidade.

O que é software de relatórios regulatórios?

O software de relatórios regulatórios é um tipo de software desenvolvido para ajudar as empresas a manter a conformidade com os regulamentos estabelecidos por seu setor e/ou país de operação. Esse tipo de software automatiza o processo de coleta, organização e envio de dados exigidos pelos órgãos reguladores.

Por que o software de relatórios regulatórios é útil?

O software de relatórios regulatórios é útil porque pode lidar com uma ampla gama de tarefas, incluindo agregação de dados, validação, criação de trilha de auditoria, geração de relatórios e envio. Isso permite que as empresas simplifiquem seus processos de geração de relatórios regulatórios, reduzam erros, economizem tempo e assegurem conformidade oportuna e precisa com as regulamentações relevantes.

Nossas 3 principais opções para software de relatórios regulatórios

Agora que você entende os benefícios e os desafios dos relatórios regulatórios, como melhorar sua abordagem e o que é um software de relatórios regulatórios, vamos comparar algumas das opções mais populares do mercado:

1. Prophix

A Plataforma de Desempenho Financeiro da Prophix simplifica e transforma processos no Escritório do CFO, incluindo relatórios regulatórios, elaboração de orçamento, planejamento, consolidação financeira e muito mais.

Características:

  • Incorpore facilmente métricas quantitativas e qualitativas.
  • Melhore a precisão dos relatórios com uma avaliação de materialidade dupla integrada.
  • Traga seus dados para uma única fonte da verdade para um processo de geração de relatórios simplificado.
  • Terceirize seu ESG, divulgação e etiquetagem XBRL, deixando apenas a revisão e a aprovação para você.
  • Relatórios mais rápidos com marcação habilitada para inteligência artificial.
  • Garanta transparência com uma trilha de auditoria completa.
  • Gerencie facilmente alterações em relatórios com gerenciamento de versões.
  • Use permissões flexíveis para acelerar o processo de geração de relatórios.
  • Work with contributors in a collaborative environment.

Preços: Pricing is affected by the number of users, integrations, and use cases. Chat with a Prophix expert to learn more. 

2. Workiva

A Workiva é uma plataforma robusta baseada em nuvem que ajuda na proteção ESG, oferecendo recursos que aprimoram a colaboração, integram dados e fornecem uma trilha de auditoria abrangente.

Características:

  • A Workiva oferece suporte a uma gama diversificada de Relatórios, incluindo financeiros, anuais, de sustentabilidade corporativa, divulgações climáticas e fundos de investimento Reporting.
  • It streamlines the creation and submission of regulatory documents such as 10-Qs, 10-Ks, 8-Ks, S-1 form filings, and ESEF filings.
  • The platform offers beneficial tools for SOX compliance, internal audit management, risk control matrix (RCM), and audit committee presentations.

Contras:

  • Data management capabilities could be further enhanced.
  • A implementação pode exigir uma largura de banda substancial.
  • Customer service could benefit from increased robustness.

Pricing: Workiva does not have pricing listed on their website.

3. Fluence Technologies

Fluence primarily offers financial consolidation, financial close management, and regulatory reporting solutions. Fluence also offers additional capabilities built by XLCubed (Excel-based reporting) in 2021 and Sturnis365 (Disclosure Management) in 2022.

Características:

  • Consolidate compliance information in one place, keeping required documents and reports up to date.
  • Pre-built complex consolidation calculations that support a wide range of business requirements.
  • Out-of-the-box input forms and reports so you can load data and report in minutes.
  • Interativo baseado no Excel Reporting.

Contras:

  • Depende muito do PowerBI para visualizações de dados complexas.
  • Functionality is dependent on Excel-based solutions.

Preços: Fluence does not publish their pricing online.

Perguntas frequentes sobre relatórios regulatórios

O que são relatórios regulatórios?

Regulatory reporting is how a company demonstrates its financial and operating activities comply with various standards and regulations as part of its financial reporting process.

Quais são as metas dos relatórios regulatórios?

The goals of regulatory reporting are:

  • To enhance transparency in companies’ financial and operating activities, regardless of their operating regions.
  • To establish trust between competitors by ensuring that all companies are adhering to the same standards.
  • Fornecer aos investidores e partes interessadas informações precisas e atualizadas sobre a saúde financeira de uma organização, permitindo que eles tomem decisões mais informadas.
  • To assist finance leaders in effectively identifying and managing risk, thereby supporting the long-term sustainability of an organization.

Is regulatory reporting part of compliance?

Sim, o Reporting regulamentar faz parte da conformidade. Regulamentação Reporting é o processo pelo qual as empresas demonstram sua conformidade com as regulamentações financeiras e operacionais por meio de Relatórios.

What's the difference between regulatory vs risk reporting?

Both regulatory and risk reporting pertain to a company’s operations, but they differ slightly. Regulatory reporting is the process by which companies demonstrate their compliance with various legal and regulatory requirements. It involves the preparation and submission of reports to regulatory bodies, showing that the company is adhering to the required standards and laws.

Risco Reporting, por outro lado, é o processo de identificação, medição e comunicação de informações relacionadas a riscos em uma organização. O objetivo é fornecer às partes interessadas (incluindo membros da gerência e do conselho) uma compreensão clara do perfil de risco da empresa, incluindo possíveis ameaças à sua saúde financeira ou estabilidade operacional.

Wrapping up: The impact of regulatory reporting

Navigating regulatory reporting can seem daunting, but understanding its importance and how to effectively manage it can make all the difference. We've explored what it is, its guidelines, benefits, challenges, and ways to improve it.

Lembre-se de que o Reporting regulamentar não é apenas uma necessidade de conformidade - é uma parte crucial de uma operação financeira bem-sucedida.

With the right knowledge and software like Prophix's Financial Performance Platform, you can turn this complex task into a strategic asset.

Want to learn more about regulatory reporting? Watch our latest webinar to learn how to stay ahead of changing regulations.

Prophix Image

prophix

Ambitious finance leaders engage with Prophix to drive progress and do their best work. Leveraging Prophix One, a Financial Performance Platform, to improve the speed and accuracy of decision-making within a harmonized user experience, global finance teams are empowered to step into the next generation of finance with no reservation. 

 Crush complexity, reduce uncertainty, and illuminate data with access to best-in-class automated insights and planning, budgeting, forecasting, reporting, and consolidation functionalities. Prophix is a private company, backed by Hg Capital, a leading investor in software and services businesses. More than 3,000 active customers across the globe rely on Prophix to achieve organizational success.

Exibir tudo